terça-feira , 16 agosto 2022
Home / Carreira / Semana do profissional de RH:A profissão se torna cada vez mais estratégica

Semana do profissional de RH:A profissão se torna cada vez mais estratégica

Nesta semana, comemoramos o Dia do Profissional de Recursos Humanos (RH), uma profissão que vem apresentando alta demanda no mercado e ganhando importância pelo seu papel estratégico dentro das companhias. Cada vez mais, a profissão deixa aquela antiga visão de ‘departamento pessoal’, ou seja, de ter apenas a função de cuidar da folha de pagamento dos funcionários, organizar a lista de aniversariantes, contratações, documentação de colaboradores e outras funções apenas tidas como ‘tomadora de pedidos’. O RH passou a agir com senso crítico e estratégico, para o desenvolvimento de ações que possam ajudar corporações a produzirem mais e melhor, de forma sustentável, preservando o bem-estar dos trabalhadores.

Hoje, quando se fala em RH, estamos tratando de um universo muito amplo, com várias subdivisões. É uma área que abrange desde a atração de talentos (recrutamento e seleção de pessoas), política de remuneração, gestão e desenvolvimento de talentos (trabalhados junto às lideranças), até a comunicação interna e ações de engajamento e motivação, de melhoria da produtividade e, mais recentemente, da política de diversidade e inclusão que ganha cada vez mais força dentro das empresas que tem ESG como um dos pilares.

As novas ferramentas tecnológicas têm sido grandes aliadas para reduzir a carga de funções operacionais do RH, como controle de ponto e férias, folha de pagamento entre outros, para que possam dedicar mais tempo para assuntos de maior impacto estratégico.

Promoção Vilarejo

Com um sistema eficiente de atração de talentos, por exemplo, é possível mapear e fazer uma seleção prévia dos profissionais que possuem o perfil e qualificações necessárias para o cargo de forma ágil, deixando mais tempo para o recrutador entrevistar o candidato e fazer uma seleção mais assertiva, gerando impacto na produtividade e nos resultados. Temos ainda soluções para pesquisa de clima e sistemas para avaliação de desempenho, com foco em otimizar o trabalho dos RHs.

Com a mudança nas tendências de retenção de talentos, o RH tem atuado mais intensamente na definição de remuneração estratégica e pacotes de benefícios atrativos, assim como avaliações de desempenho junto às lideranças para identificar possíveis gaps, promovendo ações necessárias que contribuam para desenvolvimento, engajamento e valorização dos colaboradores.

Outra parte desse ciclo é apresentar medidas proativas de work-life balance, equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, que possam gerar descompressão na jornada de trabalho, oferecendo benefícios ligados à saúde e ao bem-estar, alimentação saudável e prática de atividades físicas, evitando, inclusive, casos de adoecimento psicológico, como síndrome de Burnout, crise de ansiedade e casos de depressão, que vêm crescendo tanto no país como no mundo, nesses tempos de incerteza e que possam refletir no desempenho profissional.

Outdoor Virtual/Clique na imagem , saiba mais!

Ao se tornar mais estratégico, as funções do RH acabam sendo muitas vezes confundidas com a do gestor. É importante ressaltar ainda que o papel de um RH é de guardião das políticas e boas práticas em gestão de pessoas, dando suporte para que o líder desempenhe melhor a sua função de conduzir o seu time a atingir as metas e alavancar a produtividade. Um papel desempenhado por psicólogos, administradores de empresa, marqueteiros, engenheiros, economistas e outros profissionais de diferentes formações, que têm em comum a paixão de lidar com gestão de pessoas, de ver a evolução e talento de cada profissional se aflorarem.

Felipe Iotti é head de recursos humanos da Gi Group Holding do Brasil, ecossistema global integrado de serviços de gestão de pessoas.

Veja Também

Macaé divulga 168 vagas de emprego na Casa do Trabalhador

A Prefeitura de Macaé, por meio da Secretaria Adjunta de Trabalho e Renda, divulga 168 ...

Deixe uma resposta