terça-feira , 22 setembro 2020
Home / Carreira / Novos logos para Nike, Mastercard e LinkedIn

Novos logos para Nike, Mastercard e LinkedIn

Jure Tovrljan, diretor criativo da Eslovênia, reformulou os logotipos dessas e outras marcas para torná-los mais relevantes para a era do novo coronavírus

Jure Tovrljan, diretor criativo da Eslovênia, reformulou os logotipos de marcas famosas para torná-los mais relevantes para a era do novo coronavírus. Os círculos Mastercard e os anéis da Olimpíada agora mantêm distâncias seguras entre si; sob o logo da Nike, aparece a frase “Agora não faça isso”; a sereia do Starbucks usa uma máscara protetora; a silhueta de Jerry West no logotipo da NBA agora está à frente de um laptop; a rede americana de supermercados Target ganhou um “fácil” antes da marca nominativa que significa “alvo” em português; o LinkedIn agora é “LinkedOut”; e no logo da Corona Extra agora lê-se “Precisa de um novo nome”.

No site de compartilhamento Dribbble, Tovrljan escreveu: “Apenas uma ideia de como os logotipos deveriam ser nesses tempos difíceis. Aguentem aí, pessoal. Fiquem em casa”.

Assim como ele destacou os logotipos em sua página do Behance, rede de sites e serviços especializada na autopromoção, os anunciantes fizeram ajustes reais em seus logotipos. A Agência Gut transformou a logomarca do Mercado Livre, que apresenta um aperto de mão, em um toque de cotovelos.

Tovrljan trabalha na AV Studio, agência eslovena independente de 41 anos, com mais de 60 pessoas, que conta com empresas nacionais e internacionais entre seus clientes, incluindo a empresa chinesa Hisense/Gorenje e várias marcas da P&G.

Publicidade

Ele começou a criar os novos logotipos a cerca de uma semana atrás. “As coisas em torno da Covid-19 começaram a ficar seriamente fora de controle e todos os meus feeds foram inundados com memes baratos”, disse. “Decidi reviver uma paixão antiga, o design de logotipo, e vi uma oportunidade para um conteúdo de qualidade que eu ficaria feliz em ver no meu feed nesses tempos difíceis.”

A ideia surgiu pela primeira vez quando Tovrljan estava olhando para o logotipo do Starbucks e “pensando em como a sereia ficaria com uma máscara”, afirmou. O diretor criativo disse que iniciou o projeto observando as marcas mais icônicas — Nike, Apple, Starbucks e Coca-Cola —, mas revisar todas elas não foi tão fácil quanto parecia e ele “descobriu que algumas tinham o potencial e outras não”.

“Tive alguns comentários negativos no começo, mas tudo foi feito com um espírito positivo”, revelou. “Eu só queria espalhar a mensagem de uma maneira diferente e informar as pessoas para manter distância social e ficar em casa, se possível. Depois da repercussão, todos viram a iniciativa como algo positivo e criativo”.

Embora Tovrljan ainda não tenha ouvido diretamente nenhum dos proprietários de logotipos, acredita que as marcas que useou não se ressentem por alterar seus logotipos de uma maneira falsa que pode colocar um sorriso criativo em nossos rostos preocupados, diz.

* Tradução: Amanda Schnaider

Fonte: Meio&Mensagem

 

Veja Também

Veja as dez dicas para um currículo perfeito

Conheça dicas preciosas para montar um currículo que irá se destacar e aumentar suas chances ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *