sexta-feira , 3 julho 2020
Home / Finanças / IGP-M acumula 6,54% em 12 meses, diz pesquisa da FGV

IGP-M acumula 6,54% em 12 meses, diz pesquisa da FGV

matéria especial sobre clientes de super mercado que migra para atacadão em busca de melhore preços.

Alta do índice que reajusta aluguel foi puxada por preços no atacado

O índice usado no reajuste de contratos de aluguel teve inflação de 0,99% na segunda prévia de março. Com a segunda prévia de março, o IGP-M acumula alta de 6,54% em 12 meses.

A alta da taxa foi puxada por preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo. O subíndice teve inflação de 1,41% na segunda prévia de março.

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, registrou inflação de 0,99% na segunda prévia de março deste ano.

A taxa é maior que a da prévia de fevereiro, quando não houve variação.

Publicidade

O dado foi divulgado hoje (18) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro.

A alta da taxa de fevereiro para março foi puxada pelos preços no atacado, medidos pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo.

O subíndice teve inflação de 1,41% na segunda prévia de março. Na prévia de fevereiro, houve deflação (queda de preços) de 0,15%.

Os outros dois subíndices que compõem o IGP-M tiveram queda: o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, recuou de 0,25% em fevereiro para 0,04% em março, e o Índice Nacional de Custo da Construção, caiu de 0,44% para 0,37%.

Veja Também

Banco Central e Cade decidem suspender pagamentos pelo whatsApp

Após uma semana, o acordo que previa parceiros como Cielo, Banco do Brasil, Sicredi e ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *