domingo , 8 dezembro 2019
Home / Macaé & Região / Evandro Barcelos lança livro no Café Literário

Evandro Barcelos lança livro no Café Literário

O livro ‘Labirinto Chamado Eu’, o primeiro de Evandro Muniz Barcelos, foi lançado no Café Literário do Solar dos Mellos – Museu da Cidade de Macaé, na noite desta quarta-feira (27). A publicação da Editora @selintrovoar apresenta poemas sobre a beleza e a dor de ser, sobre amores e sobre formas de olhar para o mundo. O Café Literário, que acontece às últimas quartas-feiras de cada mês, a partir das 19h, com entrada franca, é um projeto da Secretaria de Cultura para o incentivo à leitura e valorização dos livros e de autores do interior do estado.

O público presente à noite de autógrafos, composto por amantes da poesia e poetas, pôde apreciar também um sarau de poemas do autor e de poetas convidados. O gestor ambiental, Evandro Muniz Barcelos, nasceu em Araruama-RJ. Ainda nos primeiros anos de vida, sua família volta às origens, retornando para Macaé, cidade onde ele vive até hoje. Evandro, que concluiu o Ensino Médio na Escola Estadual Luiz Reid, considera que a sua esposa, a professora da Rede Municipal de Educação de Macaé Fabíola Barcelos, foi a responsável pela redescoberta do ‘Evandro leitor’, ao apresentá-lo à obra de Rubem Alves, que o impulsionou para a escrita.

Publicidade

“Isso aconteceu de forma biblioterápica, me salvando da desistência de libertar meus pensamentos poéticos sobre o eu e minha relação com o mundo. Tenho Rubem Alves como referência para a minha escrita. Mas para o meu resgate, contei também com Manoel de Barros e Fernando Pessoa. Especialmente o primeiro me fez voltar a observar os detalhes, como fazia na minha infância e adolescência. Quando voltei a ler, me vi escrevendo, disse o poeta.

Para ele, voltar-se para a leitura é fundamental para o despertar de um escritor. Ele se descreve como um observador que passa pela temática do amor, da ancestralidade e ainda por uma visão crítica do sadismo humano. Os temas do cotidiano e da contemporaneidade são para ele os mais atraentes.

Na casa do casal, acontece um clube de leitura de poesia, o ‘Ler Poesia’ (@ PassarinhosNosotao), reunido uma vez ao mês. Fabíola Barcelos, professora no Ciep 455 Municipalizado Maringá, no bairro Campo D’Oeste, desenvolve ainda um projeto de biblioterapia com um grupo infantil, o ‘Ninho de Leitores’.

O livro ‘Labirinto Chamado Eu’ pode ser adquirido enviando-se um ‘direct’ para @embmacae.

Veja Também

Concurso de Rio das Ostras atrai candidatos de várias regiões

Candidatos de diversas regiões vieram para o Município neste domingo, 01, para participar do Concurso Público da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *