sexta-feira , 10 abril 2020
Home / Carreira / Com Top 10, Netflix dá passo em direção à abertura dos dados

Com Top 10, Netflix dá passo em direção à abertura dos dados

Mais popular plataforma de streaming do mundo, a Netflix sempre teve o sigilo como uma de suas principais políticas de negócios. Dados em relação ao número de assinantes em todo o mundo e sobre a audiência dos conteúdos oferecidos em seu cardápio eram divulgados raramente e de forma esporádica. Neste ano, no entanto, a companhia parece disposta a abrir um pouco de sua caixa de informações.

Em janeiro, pela primeira vez, a Netflix divulgou dados de sua base de assinantes fora do mercado dos Estados Unidos. Com o objetivo de convencer investidores a continuarem apostando em seu modelo de negócio, a companhia decidiu revelar que havia superado a marca dos 90 milhões de clientes fora do território estadunidense. Não foi dessa vez, no entanto, que a plataforma foi transparente em relação ao seu desempenho em cada País. Mesmo assim, alguns dados continentais tornaram-se públicos – entre eles, a informação de que a empresa já ultrapassa os 29 milhões de assinantes em toda a América Latina.

Publicidade

Agora, a Netflix decidiu abrir um pouco mais os dados em relação ao desempenho de seus conteúdos. A plataforma anunciou, nesta semana, os usuários brasileiros – assim como os de outros mercados – poderão ver quais são os filmes e séries mais assistidos, naquele dia, em seu País. A ferramenta já vinha sendo testada no ano passado nos mercados do Reino Unido e México e, agora, será estendida a todo o mundo.

De acordo com a empresa, a lista do top 10 será atualizada diariamente e ficará visível assim que o usuário fizer login na plataforma. Segundo a Netflix descreveu em seu blog oficial, a proposta é fornecer mais informações às pessoas acerca da preferência do público em relação às séries, filmes e demais conteúdos.

Novas métricas
A lista dos campeões de audiência passa a ser disponibilizada após a Netflix ter anunciado uma importante mudança nas métricas utilizadas para contabilizar os conteúdos assistidos em sua plataforma. Desde janeiro, a Netflix passou a considerar que um conteúdo (filme ou um capítulo de série) foi assistido quando um usuário o sintonizou por mais de dois minutos. Antes, era necessário assistir, no mínimo, a 70% do conteúdo da produção para que a plataforma computasse a audiência daquele produto. Com essa mudança, a expectativa era de que a Netflix passasse a contar com uma média de audiência 35% maior em seus conteúdos.

Fonte: Meio&Mensagem

 

Veja Também

Procura para ser entregador do iFood dobra com a pandemia de coronavírus

TEMPO DE LEITURA:4 MIN O aplicativo brasileiro iFood viu o número de candidatos a vagas ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *