domingo , 21 julho 2019
Home / Carreira / Brasil Offshore: Macaé no centro dos negócios de óleo e gás

Brasil Offshore: Macaé no centro dos negócios de óleo e gás

Com a perspectiva do reaquecimento do setor de óleo e gás, o segundo dia da 10ª edição da Brasil Offshore – Feira e Conferência Internacional da Indústria de Petróleo e Gás foi marcado pelo início da tradicional Rodada de Negócios. O evento segue até sexta-feira (28), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, em Macaé, com a presença de grandes compradores do mercado, além de promover o encontro entre essas empresas e as marcas fornecedoras.

A rodada de negócios é promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e sob a curadoria da Onip, Sebrae e Firjan. O diretor de negócios Paulo Machado representava, nesta quarta-feira (26), pela primeira vez, a negociação de peças do mercado de óleo e gás. “Com a retração da economia essa é uma ótima oportunidade para divulgarmos nossos produtos e, possivelmente, fecharmos algum negócio”, destacou Paulo.

A Brasil Offshore espera receber 50 mil visitantes durante os quatro dias do evento, que reúne produtos e serviços de 600 marcas em exposição e 190 horas de conteúdo técnico gratuito. Cidade sede da feira, Macaé é responsável por 47% da produção nacional de petróleo.

A feira está no topo mundial do segmento e conseguiu atrair para o município mais de 2.500 empresas, um crescimento de 10% em comparação a edição de 2017, sendo o terceiro maior evento offshore do mundo, atrás de Houston e Aberdeen. O evento conquistou reconhecimento por reunir empresas de toda a rede produtiva do setor petrolífero, promovendo as melhores oportunidades de networking e parcerias, em um ambiente altamente técnico e voltado para a aceleração dos negócios nesse segmento. O principal objetivo desta edição é fortalecer a rede de fornecedores e prepará-la para atender as demandas e projetos das operadoras vencedoras dos leilões.

Incentivo à inovação tecnológica

Os setores produtivos da cadeia de óleo e gás, da indústria a serviços, estão relacionados à inovação tecnológica. Para incentivar o desenvolvimento de novos negócios e, consequentemente, a economia, o governo tem apoiado essas iniciativas com o Programa Startup Macaé. O aplicativo Orbis Guia Local, uma rede social de geolocalização e criada para mapear os grupos sociais do município, é um dos destaques no estande da prefeitura, durante a Brasil Offshore.

De acordo com o criador do Orbis, Felipe Pires, os usuários têm a opção de criar e escolher grupos, fazer check in marcando o local com o símbolo do grupo – neste caso, todos que fazem parte ficam sabendo onde aquele membro está. O mapa web disponível no portal da prefeitura é a visão do conteúdo do aplicativo, mas não pode ser alterado. Para o usuário participar do mapa social, tem que baixar o Orbis gratuito.

“Além de Macaé, já implementamos o aplicativo na Prefeitura de Búzios e estamos em processo de negociação com outras cidades da região. Macaé está sendo pioneira em apoiar iniciativas como essa. Com certeza, isso vai gerar frutos lá na frente, pois a riqueza do petróleo também gera investimentos em alta tecnologia”, frisou Felipe.

Eu curto Macaé

Durante a edição da feira, moradores da cidade e visitantes estão utilizando a #eucurtomacae. O município tem sido marcado nas redes sociais como cenário da retomada do setor de óleo e gás. Além do ambiente de negócios, a proposta é incentivar a divulgação das belezas naturais de Macaé e conteúdos culturais produzidos localmente.

Publicidade

Veja Também

Domingo tem bonequinhas LOL no Teatro Municipal

As bonequinhas mais amadas pela criançada exibirão um super espetáculo no Teatro Municipal de Macaé, ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *