terça-feira , 2 junho 2020
Home / Empresas & Negócios / BandSports inicia jornada da Olimpíada de Tóquio

BandSports inicia jornada da Olimpíada de Tóquio

Equipe de comentaristas, narradores e diretoria do canal, que participará da cobertura dos Jogos de Tóquio (Crédito: Carlos Reinis/BandSports)

Canal esportivo sublicenciou os direitos da Globo e prepara atrações especiais para cobrir a competição em 2020

Nessa segunda-feira, 7, a BandSports apresentou à imprensa e ao mercado publicitário o seu plano de cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, que serão realizados no próximo ano. A emissora sublicenciou os direitos de transmissão do Grupo Globo, que também transmitirá a competição na TV por assinatura pelo canal SporTV. Na TV aberta, a Globo é detentora dos direitos da competição.

Uma das estratégias que a BandSports prometeu para a transmissão é a liberação do sinal do canal esportivo para todos os assinantes das operadoras de TV paga (mesmo as pessoas cujos pacotes não contemplam o canal). A ideia é fazer com que a cobertura alcance uma audiência mais ampla.

Publicidade
De acordo com o canal, a cobertura olímpica terá início ainda em 2019, com o acompanhamento da preparação dos atletas e exibição de histórias dos competidores que irão representar o Brasil, além da estreia de atrações que trarão curiosidades sobre a maior competição esportiva mundial.

O primeiro desses novos programas estreia no próximo dia 17. O Maratona BandSports irá analisar os detalhes de cada uma das modalidades que fazem parte dos jogos e irá ao ar todas as quintas-feiras, às 20h, apresentado pelo narrador Álvaro José. Outra atração é o Somos Ouro, que resgatará momentos de conquistas olímpicos do Brasil e será comandando pelo ex-jogador de volêi e medalhista Marcelo Negrão. As atletas do nado sincronizado, Bia e Bianca Feres, irão comandar o programa Lado B, que mostrará bastidores da competição e do treinamento dos atletas e equipes.

Para convidar o público a se engajar no evento, a BandSports prepara uma campanha publicitária, que está sendo desenvolvida pela Artplan.

Fonte: Meio&Mensagem

Veja Também

Presidente da Eletronuclear diz que Angra 3 pode ser construída sem parceria internacional

  “O desafio para Angra 3 é buscar um modelo de negócios que minimize os ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *