domingo , 16 junho 2019
Home / Macaé & Região / Anexo do Mercado de Peixe em Macaé vende 72 toneladas no período de seis meses

Anexo do Mercado de Peixe em Macaé vende 72 toneladas no período de seis meses

Anexo Mercado Municipal de Peixes.

Funcionando em Macaé desde o dia primeiro de julho do ano passado, o anexo do Mercado de Peixes Hamilton Rodrigues Mansur vendeu, em seis meses, 72 toneladas de pescado.

O espaço onde funcionava o Restaurante Popular, foi reformado pela Prefeitura de Macaé, contemplou os comerciantes que ficavam em uma tenda ao lado do Mercado. Desde então, os trabalhadores e clientes comemoram o conforto e comodidade que a área oferece.

O local é devidamente apropriado para o condicionamento de pescado, seguindo os mesmos padrões de qualidade, higiene e controle já praticados no Mercado de Peixes. Hoje, 18 comerciantes têm atuam com venda de peixes, camarões e outros frutos do mar. Eles comandam as bancas para atendimento ao consumidor com funcionamento todos os dias: de 8h às 17h, de segunda-feira à sexta-feira; de 8h às 15h, aos sábados, e de 8h às 13h, aos domingos.

Segundo o subsecretário de Pesca, Aldomario Chaves, o movimento do anexo ainda pode melhorar, pois oferece para os que são mais modestos pescadinha, cherelete, solteira e outras espécies. Já para os que podem gastar mais, o local vende badejo, namorado, cherne e outros. “Nos seus três primeiros meses de funcionamento, as pessoas se dirigiam primeiramente ao Mercado de Peixes Principal (Romoaldo Santiago Soto). Mas, pouco a pouco os clientes estão reconhecendo o espaço, que fica na esquina.”, conta.

Os seis meses de funcionamento do local proporcionou aos comerciantes um espaço mais amplo e seguro. “Antes os trabalhos de venda de pescado eram feitos debaixo de lona, com água passando nas barracas. Agora, há mais limpeza, melhor condicionamento do pescado, além de banheiros”, destaca Aldomario.

A Secretaria de Pesca acompanha diretamente os pescadores através de cursos e orientações, estando à disposição deles, inclusive, fiscalizando os seus uniformes e a qualidade do pescado. O local também conta com a atuação de um veterinário que faz a verificação de temperatura e outros itens que garantem o controle de qualidade do pescado..

Veja Também

Rio das Ostras antecipa 50% do 13º salário dos servidores municipais em junho e aquece economia da cidade

Pagamento vai injetar mais de R$ 6,3 milhões no comércio A valorização do servidor público ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *