sexta-feira , 6 dezembro 2019
Home / Notícias / Número de micro e pequenas empresas inadimplentes bate novo recorde histórico

Número de micro e pequenas empresas inadimplentes bate novo recorde histórico

A inadimplência de micro e pequenas empresas (MPEs) bateu novo recorde em maio, chegando a 5,434 milhões, segundo dados da Serasa Experian. Trata-se do número é o maior da série histórica, iniciada em março de 2016.

Na comparação com maio do ano passado (mês marcado pela greve dos caminhoneiros), houve uma alta de 6,9%, no número de empresas do segmento com dívidas em atraso. Em relação à abril (recorde anterior, com 5,405 milhões de inadimplentes), o aumento foi de 0,5%.

Fonte: Serasa Experian

O setor de Serviços teve o maior crescimento na comparação anua (10,5%), seguido pela Indústria (2,4%) e pelo Comércio (2,2%).

Por estado, o Rio de Janeiro teve o maior aumento (11,8%) no número de micro e pequenas empresas inadimplentes, no comparativo ano a ano. Apenas 3 estados apresentaram queda: Alagoas (-5,4%), Rio Grande do Norte (-4,0%) e Piauí (-3,2%).

Em maio, o número total de empresas inadimplentes de todos os portes (micro, pequena, média e grande) foi de 5,727 milhões, um aumento de 0,7% em relação ao resultado verificado em abril do mesmo ano (5,689). No comparativo anual, o crescimento foi de 4,5%. As micro e pequenas empresas representam 95% do montante total.

O setor de Serviços teve o maior crescimento na comparação anua (10,5%), seguido pela Indústria (2,4%) e pelo Comércio (2,2%).

Por estado, o Rio de Janeiro teve o maior aumento (11,8%) no número de micro e pequenas empresas inadimplentes, no comparativo ano a ano. Apenas 3 estados apresentaram queda: Alagoas (-5,4%), Rio Grande do Norte (-4,0%) e Piauí (-3,2%).

Em maio, o número total de empresas inadimplentes de todos os portes (micro, pequena, média e grande) foi de 5,727 milhões, um aumento de 0,7% em relação ao resultado verificado em abril do mesmo ano (5,689). No comparativo anual, o crescimento foi de 4,5%. As micro e pequenas empresas representam 95% do montante total.

Publicidade

Veja Também

Mercado financeiro eleva estimativa de inflação este ano para 3,29%

Pela quarta semana seguida, as instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) aumentaram a estimativa para a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *